Qual a diferença entre tontura, zumbido e desequilíbrio?

Carne Esponjosa
setembro 3, 2018
Riscos que a perda do olfato traz
outubro 1, 2018
Exibir tudo

Qual a diferença entre tontura, zumbido e desequilíbrio?

Sintomas como tontura, zumbido e desequilíbrio, mostram que algo de errado pode estar acontecendo com você.

Sintomas como estes, podem estar ligados ao labirinto. Geralmente, fazem parte de uma doença chamada labirintopatia, conhecida popularmente como labirintite. A mesma, manifesta-se no canal do ouvido e atinge pessoas de todas as faixas etárias, com maior possibilidade na terceira idade.

Porque a labirintite causa tontura, zumbido e desequilíbrio?

Quando o labirinto está inflamado, acaba interferindo no funcionamento normal e adequado do ouvido, isto inclui a audição e principalmente o equilíbrio, por isso a sensação de estar “caindo”.

Os sintomas da labirintopatia, ou labirintite incluem tontura, zumbido e desequilíbrio e outros como problemas de visão, perda auditiva (no ouvido afetado), náusea e vômitos.

Leia mais sobre labirintite e suas causas

Apesar de muito comum, a tontura nem sempre é apenas sinal de labirintite.

A otorrinolaringologista Dr. Maria Dantas Godoy alerta “quando existe um quadro de tontura durante o dia, é preciso observar se ele irá se repetir com frequência. Ela é um sinal de que algo está errado com nosso corpo”.

Para a médica, não há relação de causa e efeito entre o zumbido e a tontura, mas a presença de ambos no mesmo paciente precisa ter atenção redobrada e urgente.

O ideal é consultar de imediato um otorrinolaringologista, logo ao sentir tontura, zumbido e desequilíbrio  constantes, para que o problema seja identificado e tratado corretamente.

Como amenizar os sintomas de tontura, zumbido e desequilíbrio?

Em muitos casos a solução pode vir com a indicação do uso do aparelho auditivo, ou até mesmo, medicamentos para conter a labirintite.

Segundo a Dr. Maria Dantas Godoy, quanto antes feito o diagnóstico, melhor e mais rápido será o tratamento e a estabilização da doença.

Em resumo, a melhor forma de tratamento é descobrir corretamente os causadores, e assim, combatê-los. A sua saúde é muito importante, fique sempre atento a qualquer alteração que a prejudique.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.