Seu filho ronca? ronco noturno em criança

Alteração no Olfato: o que pode causar?
julho 16, 2018
Pare de fumar agora – 50 graves motivos
agosto 20, 2018
Exibir tudo

Seu filho ronca? ronco noturno em criança

Kids sleep in kindergarten

Um suspiro, uma respiração mais alta, incômodos durante a noite e de repente você nota: seu filho está roncando. Mas como agir com o ronco noturno em criança?

Ouvir o seu filho roncar pode ter uma série de explicações. Vamos tentar te mostrar as principais delas e quais são as recomendações para crianças que roncam.

Ronco noturno em criança:

O ronco é sinal de alguma dificuldade respiratória, normalmente das vias aéreas superiores (nariz ou garganta). Esse ruído, muitas vezes alto, é ocasionado pela dificuldade da passagem de ar através das estruturas que compõem a via respiratória.

Em resumo o ronco noturno em crianças e os roncos em geral estão relacionados com obstruções das vias respiratórias. 

Segundo estudos da Academia Americana de Pediatria, cerca de 3% das crianças entre 3 e 6 anos de idade, que roncam, sofrem de SAOS, sigla que significa Síndrome da Apnéia Obstrutiva do sono. A Apnéia que pode acompanhar até a fase adulta e que preocupa muito os pais na fase infantil.

As principais causas desta síndrome estão relacionadas ao aumento das amígdalas e da adenóide. As amígdalas se situam no fundo da garganta de cada lado da úvula (aquelas parte que parecem com campainhas). Já a adenóide não pode ser vista sem instrumentos especiais pois está localizada no fundo do nariz (rinofaringe) e escondida pelo palato quando examinamos através da boca.

Devido ao crescimento de uma ou das duas pode acontecer uma obstrução das vias respiratórias, o que causa a dificuldade de respirar corretamente. Desta forma, ocasionando o ronco noturno em criança e a apnéia.

Leia também: Como o sono afeta a saúde?

Tratamento do ronco noturno em criança

O tratamento começa com um diagnóstico de um médico otorrinolaringologista. A Dr. Maria Dantas Godoy, otorrinolaringologista com doutorado pela Universidade de São Paulo, recomenda que é importante levar a criança até o consultório logo no início da constatação do ronco. “Apenas um especialista oferece o diagnóstico correto e recomenda o melhor tratamento. E quanto antes acontecer tanto diagnóstico como tratamento, melhor”, aconselha a médica.

Vale ressaltar, que muitas vezes, o ronco noturno em criança é comum em algumas ocasiões. Se a mesma estiver resfriada, com inflamações na garganta e/ou ouvido, pode ser que tenha episódios de roncos e noite mal dormidas durante esta fase.

Mas é importante saber, que o ronco precisa ir embora junto com a gripe, por exemplo. Caso permaneça, procure o médico e explique sobre o acontecido, só desta forma, irá prevenir e tratar a criança de forma correta.

O ronco noturno em criança afeta a saúde além do sono. Ao respirar pela boca durante a noite, a pessoa pode ter dores de garganta, desconforto e acordar cansado. O resultado disso é um dia de mau humor.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.